sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Sorvete de Casquinha

Nunca antes na história desse país, tivemos uma catástrofe da proporção dessa aqui de Santa Catarina. Nunca presenciei tanta chuva por tanto tempo, nem mesmo quando era paulistano. Já me acostumei com a chuva aqui em Joinville, ela é bastante presente. Brincamos com os amigos e familiares dizendo que basta entrar na primeira chuva a esquerda depois do inicio da BR101 quando nos visitam.
Ainda estou perplexo com a situação dos nossos vizinhos de Itajai e Blumenau que sofreram muito mais por causa dos desabamentos. A terra desceu como se fosse um sorvete disse um jornalista local.
Conseguimos ver que depois de cair o sorvete sobrou a casquinha. A casquinha que muita gente anda tirando da situação. Uma das últimas casquinhas que eu vi foi um programa da rede globo divulgando as contas para depósito de ajuda "somente através do seu site na internet". Ajude Santa Catarina, mas primeiro uma casquinha dos nossos patrocinadores!
Lamentável a quantidade de gente que se aproveita da situação. Fico imaginando a preocupação daquele politico aguardando a verba do governo federal para tirar a lama das casas e também a sua casquinha. Pessoas se aproveitando dos saques aos mercados para levar sua casquinha em formato LCD. Lamentável como damos mais audiência para a desgraça e mais uma vez as redes de TV tiram a sua casquinha.
Mas o que pude constatar é que nosso povo é muito solidário. Pessoas de todo o Brasil colaboram espontâneamente sem querer a casquinha e esses são a maioria. Esses são os que fazem a diferença. As pessoas de bem são a maioria por mais que se dê foco a minoria egoísta e aproveitadora que não merece essa pátria.
Agora vamos ver aquele desfile de técnicos e engenheiros explicando a situação, o que poderia ter sido feito ou não, saber mais uma vez que muito poderia ser evitado se os politicos fizessem a sua parte na sociedade. Se não ficassem preocupados apenas com a casquinha desse sorvete!
A maior desgraça continua sendo o excesso de corruptos ignorantes que "se preocupa" com nossas cidades.
Postar um comentário