sábado, 6 de setembro de 2008

Pindorama

Mais um ano de eleição. Mais gente interessada no tal poder. Uma centena de analfabetos, ignorantes, desinteressados, manipulados, desajeitados, despreparados. É triste assistir a propaganda eleitoral. É triste ver que aqueles que parecem ser os mais inteligentes, não estão preocupados em resolver as causas dos problemas dos cidadãos.

Nessa e em muitas outras cidades, que ainda não alcançaram os problemas das capitais, que começam a apresentar os problemas crônicos das cidades grandes, não tem candidatos capazes de enfrentar o estagnação das idéias, a corrupção mascarada e a ciranda dos favores. Novamente promessas vazias e uma outra forma de empurrar os problemas para o futuro.

Estamos agora com a oportunidade de crescer assombrosamente com a indústria do petróleo do pré-sal (mais uma cortina de fumaça?). Será que os próximos governantes estão preparados para devolver ao povo dessa terra tudo o que já tiraram em centenas de anos de exploração da miséria? Não basta apenas rezar e esperar, temos que tomar coragem e dizer chega a esses miseráveis de espírito.

Vejo muita gente inteligente, com boas intenções, com visão clara e honesta. Mas é só falar de política que já fazem cara feia. É como se a podridão associada a esse nome fosse manchar suas histórias, suas carreiras e suas conquistas. Pena que os mais preparados ainda sejam tão egoístas e queiram deixar para os próximos essa tarefa.

Para terminar com otimismo, da mesma forma que os telejornais terminam falando de futebol, nem tudo na politica é sujo, nem todo politico é corrupto, nem todo dinheiro é desviado, mas com certeza a ambição e a corrupção estão presentes naqueles que tem a chance de tornar esse Pindorama mais belo e com mais palmeiras para os próximos sabiás.

Eu sei que criticar é a parte fácil. Eu vou ficar tão inerte quanto outros pois, também sou um espectador egoísta, um nerd escravo da TV, do celular, da internet como muitos, esperando pelo melhor. Mesmo assim não perco a esperança e acredito na mudança, na minha mudança e naqueles que tomarem a pílula vermelha.

Postar um comentário